Amigos Bem-vindos a Arcinco Excelência em Serviços desde 1.987!

Veja alguns equipamentos Comercializados Prezamos pelo alto nível de qualidade ...
Conseguimos prazos de entrega muito rápidos.

Apresentamos valores especiais para revenda

Para atender com qualidade a nossos clientes, contamos com equipes que compreendem como esse trabalho é importante e fundamental para o sucesso de nosso negócio, através de treinamento constante. Atender bem é nosso diferencial. Qualidade, agilidade e cortesia são itens que você sempre encontra na Arcinco. Desde a Diretoria até as equipes externas de atendimento focamos em identificar o cliente e suas necessidades, assim como ter tranquilidade para lidar com as diferentes demandas, principalmente, habilidade para solucionar os problemas. Zelando por nossa imagem desde 1.987 a comunicação entre a equipe de atendimento e a clientela sempre é efetiva e clara. Da mesma forma, apresentamos prontidão, disposição, esforço, cordialidade e superação cada vez que nossos clientes utilizam nosso Trabalhos..

Para nós é um prazer estar com você, Por favor, nos diga sua opinião sobre nosso site

Crescimento com Responsabilidade, prezando por Atenção Total ao cliente

Por sermos da área de serviços e prezarmos pela Qualidade Total através de Capacitação e Treinamento continuo, Acreditamos em um forte Crescimento neste mercado. Para comprovar tal afirmação, lembramos, em 1987 a Arcinco tinha apenas atividades voltadas para manutenção de equipamentos. Hoje, através de parcerias, muito esforço, e Trabalho continuo, desenvolvemos Projetos para Pressurização de Escadas, Exaustão de Churrasqueiras, Centrais de Alarme, e outros no setor HVAC. Esse processo evolutivo contou com a importante participação de muitos Amigos, que hoje veem nossos sonhos se materializando.

Muitas organizações ainda acreditam que Qualidade significa ter alguma certificação como a ISO9001, 18001, 14001, PBQP-h, SASMAQ, ou qualquer outra certificação. Isso não aponta necessariamente para um caminho errado, porém sugerem uma "causa" errada, já que Gestão da Qualidade deve significar mais resultado e produtividade para organização, os selos, prêmios e certificações são uma consequência. A gestão como um todo também mudou. A tecnologia chegou e ficou, a avalanche de informações e com ela a era do conhecimento. A necessidade de controle de algumas coisas que antes eram impensáveis, e agora tornou-se estratégico, o planejamento agora além de necessário deve ser efetivo e tudo isso ligado a valorização das pessoas. Os resultados que buscamos não mudaram tanto, algumas coisas ainda queremos atingir, porém a forma de alcançar esses resultados andam cada vez mais pelas trilhas da empatia: as organizações querem, e devem, gerar experiências completas e significativas para os clientes.

Pressurização Pressurizaçao de escadas Pressurizaçao de escadas de segurança Pressurização de escadas de incêndio Pressurização de escadas em edificios Pressurização de escadas em shoppings Pressurização de escadas em hospitais
Pressurização de escadas em São Paulo Pressurização de escadas em Campinas Pressurização de escadas em Sorocaba Pressurização de escadas no interior paulista Pressurização de escadas na Zona Oeste Pressurização de escadas na Zona Norte Pressurização de escadas na Zona Sul
Pressurização de escada com dutos Galvanizados Pressurização de escadas com dutos em chapa preta Pressurização de escadas com dutos em alvenaria Pressurização de escadas com dutos estanques Pressurização de escadas com projeto aprovado Pressurização de escadas com emissão de ART Pressurização de escadas manutenção
Pressurização de escadas conserto Pressurização de escadas detecção Pressurização de escadas troca de contatora Pressurização de escadas duplo estagio Pressurização de escadas troca de sensores Pressurização de escadas troca de fiação Pressurização de escadas troca de detectores
Dutos Dutos de chapa galvanizada Dutos de inox Dutos de aluminio Dutos de alvenaria Dutos pre-fabricados Dutos Projeto
Dutos instalação Dutos conserto Dutos isolamento Dutos difusores Dutos grelhas Dutos grelhas lineares Dutos grelhas de alta indução
Dutos acima do forro Dutos expostos Dutos para exaustão Dutos para ventilação Dutos para churrasqueira Dutos para forno de pizza Dutos para calderaria
Fabricamos dutos para varios setores Fabricamos dutos para Ar Condicionado em diversos materiais Fabricamos dutos para Ar Condicionado em aço inox Fabricamos dutos somos especializados em aço inox Fazemos Manutenção Preventiva para Ar Condicionado, Sistemas de Pressurizaçao e outros Fazemos Manutenção Preventiva para Sistema de Exaustão, Extração de Fumaça, Sistema de ventilação de Outros. Executamos Pressurização de escadas
Executamos Obras de Serralheria para condominios, Hospitais e Industrias
Executamos Obras de Infra Estrutura de Eletrica para condominios, Hospitais e Industrias Fabricamos Portões, Grades, Estruturas Metálicas e todos os Trabahos de Serralheria Executamos e elaboramos o seu P.M.O.C. Plano de Manutenção Operação e Controle nosso PMOC é baseado nas leis vigentes Executamos Projetos de Pressurização de Escadas Executamos Pressurização de Escadas para Edifícios Executamos implantação de Pressurização de escadas
Fazemos Contrato de Manutençao preventiva para ar condicionados tipo Split Fazemos Contrato de manutenção preventiva para ar condicionados tipo Self contained Fazemos contrato de manutençao preventiva para ar condicionados tipo Fancoil Fazemos Contrato de manutenção preventiva para ar condicionados tipo water Chiller Fazemos Contrato de manutenção preventiva para  torres de resfriamento Fazemos Contrato de manutenção preventiva para ar condicionado tipo aparelho de janela Fazemos Contrato de manutenção preventiva para ar condicionados tipo vrv/vrf
Pressurização de escadas projetos personalizados Pressurização de escadas sob medida Pressurização de escadas projetos especiais Pressurização de escadas execução de sistemas Pressurização de escadas projetos de implantação Pressurização de escadas em conjunto com detecção Pressurização de escadas manutenção corretiva e preventiva
Pressurização de escadas no bairro do Itaim Pressurização de escadas no bairro do Jardim Paulistano Pressurização de escadas no bairro do Jardim Paulista Pressurização de escadas no bairro de Vila Nova Conceicao Pressurização de escadas no bairro de Cidade Moncoes Pressurização de escadas no bairro de Higienopolis Pressurização de escadas no bairro de Santana
Escadas Pressurizadas no bairro do Itaim Escadas Pressurizadas no bairro do Jardim Paulistano Escadas Pressurizadas no bairro do Jardim Paulista Escadas Pressurizadas no bairro de Vila Nova Conceição Escadas Pressurizadas no bairro de Cidade Monções Escadas Pressurizadas no bairro de Higienopolis Escadas Pressurizadas no bairro de Santana
  •  

    Trabalhamos com Sistema de Pressurização de Escadas, Exaustão de Churrasqueiras, Exaustão de Lareiras, Dutos de chapa galvanizada, dutos de aluminio, dutos de chapa preta, dutos de EPU, sistema de ar condicionado para centros cirurgicos, centrais de alarme de incendio, ventilação e Exaustão.

     

    Presentes em boa parte dos locais de trabalho, os veículos industriais são de grande utilidade no desenvolvimento de muitas atividades. São também no entanto bastante perigosos especialmente quando usados em condições inadequadas e/ou de forma incorreta.
    O gerenciar a prevenção de acidentes com este tipo de equipamentos deve estar entre as preocupações básicas de qualquer programa de segurança do trabalho. Tal cuidado deve ser planejado e mantido de forma integrada, observando não apenas cuidados com os equipamentos, mas também com o operador, os meios a serem movimentados e as vias a serem utilizadas.

    Na verdade por detrás do uso dos veículos industriais ocultam-se uma série de riscos que muitas vezes passam sem ser notados nas atividades cotidianas. Em muitos casos providencias só vão ser tomadas após a ocorrência de um acidente – quase sempre muito grave. Um exemplo claro de situações deste tipo ocorre com o número cada vez maior de estabelecimentos atacadistas que realizam também vendas no varejo (hipermercados), onde é comum observarmos a operação de veículos industriais por pessoas que nitidamente não tem preparo para este tipo de operação. Tais locais – pela presença de pessoas (clientes) sem qualquer informação para o risco de acidentes – tornam-se cenários mais do que propícios a ocorrência de acidentes.

    Dirigir transportando cargas é uma atividade por si merecedora de atenção. A variedade de cargas e tipos de embalagens – mesmo que sobre estrados – exige bastante treinamento e habilidade. A isso, somamos a questão de problemas de layout – seja pela falta de espaço compatível com a necessidade de manobras ou que possibilite a realização das mesmas com certa margem de segurança - ou ainda – pela falta de organização que acaba implicando ainda em maior redução do espaço criando uma situação evidente de risco de acidente.

    Portanto, logo de inicio devemos ter em mente que prevenir acidentes nas operações com veículos industriais é assunto que para ser bem cuidado deve envolver muito mais do que apenas preocupações com o veículo em si.

    A NR 11 como base
    A norma Regulamentadora 11 – Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais deve ser tomada como referencia para a elaboração de qualquer atividade preventiva ao uso de veículos industriais, mas tal como todas as demais normas regulamentadoras não esgota de forma alguma o assunto havendo necessidade da atuação do profissional especializado para o desenvolvimento e detalhamento de um programa especifico. Obviamente isso irá variar conforme o tamanho da empresa, sua atividade e especialmente quantidade e variedade de veículos em uso.

    Interessante aqui lembrar que parte do assunto também deve ter como referência a Norma Regulamentadora 26 – Sinalização de Segurança , na qual fica claro que os equipamentos de transporte e manipulação de material, tais como empilhadeiras, tratores industriais, pontes-rolantes, reboques, etc., devem – para a prevenção de acidentes – estar pintados na cor amarela (NR 26 – 1.5.3). Embora isso seja legislação e no item 1.1 da mesma norma fique claro que está "fixa as cores a serem usadas" – muitos equipamentos disponíveis para venda e locação no mercado estão pintados em outras cores. Cumpre aqui lembrar que a inobservância deste item implica em multa por parte do Órgão Fiscalizador – MTE.

    Uma outra parte bastante interessante da NR 11 diz respeito ao item 1.3, onde fica definido que os equipamentos utilizados na movimentação de materiais serão calculados e construídos de maneira que ofereçam as necessárias garantias de resistência e segurança e conservados em perfeitas condições de trabalho. No que diz respeito a cálculos (dimensionamento) e construção é importante que o SESMT busque conhecer e se possível ter cópia dos memoriais ou processos de calculo e aquisição. Uma única talha mal instalada pode causar danos imensos e acidentes fatais o mesmo podendo ocorrer devido a improvisações – estas tão comuns nas empresas brasileiras. Vale lembrar aqui que a responsabilidade técnica pela orientação quanto ao cumprimento do disposto nas NR é do SESMT (NR 4 – 12.d). Ainda com relação a este item chamamos a atenção para a última frase que menciona a conservação e perfeitas condições para o trabalho. Mesmo que o assunto esteja restrito a uma linha de palavras sua extensão é bastante grande é importante e só pode ser obtido e principalmente evidenciada pela inserção de todos veículos industriais em um plano de manutenção preventiva que no nosso entendimento deve ser auditado periodicamente pelo SESMT e os possíveis desvios evidenciados através de documentos. Importante ainda que este plano de manutenção esteja baseado em procedimentos (escritos) básicos de verificação garantindo assim que todos os itens de segurança sejam sistematicamente verificados. Isso em suma quer dizer que os critérios não devem ser deixados em aberto ou a escolha do executor e não podem deixar de conter os itens mencionados em 1.3.1 (cabos de aço, cordas, correntes, roldanas, ganchos, etc). Atenção especial deve ser dada ao item 1.8 que define a substituição imediata de peças defeituosas.Toda manutenção deve ser feita sempre a apenas por profissionais capacitados para esta finalidade e devem gerar evidências documentais nas quais entre outras coisas seja possível em caso de necessidade identificar o responsável pela verificação e reparos; Por fim, recomenda-se ainda que seja definida uma sistemática de verificação a ser feita pelo próprio operador – ou seja algo como um check list básico a ser observado antes das operações pelo usuário do veiculo.

    Uma dúvida muito comum com relação ao assunto tratado no parágrafo acima diz respeito a freqüência ou periodicidade das manutenções. A decisão quanto a freqüência terá como base o rigor do uso e a atividade executada. Veículos industriais utilizados em áreas com ambiente agressivo serão submetidos a preventiva com maior freqüência, o mesmo devendo ocorrer com veículos cuja possível falha durante utilização implique em possibilidade de danos maiores (locais mais populosos, locais com equipamentos suscetíveis a danos e/ou que comprometam a continuidade das operações, etc).

    Uma outra exigência da NR 11 – esta no item 1.3.2 – diz respeito a obrigatoriedade de indicar em local visível em todos os equipamentos deste tipo a carga máxima de trabalho permitida. Para muitos tal exigência trata-se apenas de uma mera burocracia e estes certamente desconhecem a quantidade de acidentes que ocorrem devido ao uso de equipamentos deste tipo em condições acima de sua capacidade de carga. Desconhecem também as conseqüências advindas da inobservância de algo tão simples que vão desde a morte de pessoas, passando pelo esmagamento de membros e passando invariavelmente por perdas do patrimônio e danos a produção. Todos os equipamentos devem ser sinalizados quanto a sua capacidade, tal sinalização deve ser como diz o próprio texto na NR – VISÍVEL. Infelizmente ainda encontramos em muitos locais de trabalho talhas cuja identificação de carga inexiste ou quando não é tão pequena que quando perguntados aos usuários o quanto aquele equipamento pode levantar ouvimos diversos números totalmente diversos e na seqüência diversas histórias que nos deixam assustados. Como complemento deste assunto, devemos também estar atentos para a possíveis reduções de capacidade – que ocorrem em alguns equipamentos depois de possíveis alterações ou anos de uso. No caso especifico das empilhadeiras existem testes padronizados pelos fabricantes para verificação da capacidade e estes são recomendados para um bom programa de segurança relativo ao assunto. Detectadas as reduções de capacidade estas devem ser alteradas e os usuários amplamente informados visto que é comum operadores que identificam as máquinas por seu tamanho. Importante também lembrar e orientar a todos os usuários de equipamentos deste tipo quanto as alterações devido ao uso de extensores (capas de paleta), correntes, etc.